• Danton Ferreira Vellenich

Piracanga – Um pouco mais de detalhes sobre os aprendizados da natureza

Atualizado: 12 de Fev de 2019

O cuidado com a Natureza em Piracanga inspirou nosso olhar a partir da perspectiva dos nosso impactos. Queria registrar neste blog, para não deixá-los escapar da memória e compartilhar um pouco das atividades com vocês, por isso já vou avisando que ele ficou longo.



-Preservação / Regeneração

A Terra (Earth) não caberá mais na relação recursos x demanda, ainda que alcancemos a Sustentabilidade. Precisamos pensar na Regeneração, recuperando recursos e reduzindo a demanda por eles, através de Planejamento e Tecnologia

Com o olhar mais atual de sustentabilidade, o cuidado com o impacto humano sobre a natureza vai além da preservação para o desenvolvimento regenerativo. Ou seja, não basta pensarmos apenas em parar de destruir o planeta, mas nossa mente agora deve estar se perguntando, como recuperamos o que existia.


As fotos abaixo ilustrem mais facilmente a conquista nestes últimos 10 anos, regenerando a mata Atlântica, que por sua vez trouxe a revitalização da fauna.

Recuperação da mata nativa nos últimos 10 anos no terreno de Piracanga

A transformação da paisagem e do solo. Da areia com sol, para a sombra na grama.

Trilhas com sombras. Danilo - descalço - espantou todos os calanguinhos neste momento.

Curiosidade: a visão do início do projeto de regeneração desta agrofloresta era: “Gostaríamos de poder colher frutas descalços.” Essa meta, que a princípio pode parecer simples, trazia em si resumidamente toda a complexidade de manejo, água, plantas, etc. Uma vez que estão sobre areia, que com o sol torna-se escaldante, era necessário regenerar mata, promovendo sombra, determinando as trilhas a serem organizadas, as árvores nativas da região e demais fatores que eu não seria capaz de enumerar.


Foi lindo escutar ao final do ano passado, o relato da emoção que uma das pessoas mais antigas da comunidade sentiu ao receber do seu filho de 8 anos a oferta de um caju que ele tinha saído para apanhar nas trilhas – ah! descalço é claro – que é como quase todos andamos por lá atualmente.


Macacos que passeavam por toda Piracanga

Essa iniciativa de regeneração da mata, promoveu também a regeneração da fauna no local. Por amor aos animais locais, também não trouxeram para Piracanga, cachorros, cavalos ou outros animais domesticados não nativos, que pudessem colocar em risco o equilíbrio por lá. Foi o local que vi mais calangos por m2 na vida...













- Permacultura

Centro de Permacultura

Piracanga tem o objetivo de se tornar auto-sustentável na cultura de alimentos, mas essa é uma meta ainda mais desafiadora de se atingir que a regeneração da mata.


Além da preparação do solo (ja disse que eles estão plantando na areia?!), ainda tem pela frente a identificação dos alimentos que melhor se desenvolvem por lá e os predadores naturais – formigas e gafanhotos tem tido um papel relevante, destruindo muito do que é plantado.


Como a necessidade de comida é maior que a disponível na plantação, são organizadas feiras de produtores locais 4x por semana. Apenas 1 destas traz de “sacolão” de um mercado local que complementa eventualmente o que os orgânicos não oferecerem.



- Tratamento de Resíduos


Naturalmente, o tratamento do resíduo inicia nas decisões de compra. Com esse conceito, os materiais comprados pela comunidade são vendidos a granel e embalados com materiais biodegradáveis (papel, por exemplo). O mesmo pensamento cuidadoso tem-se com as matérias-primas e fornecedores.

Tratamento de Resíduos começa em casa com a Separação: Orgânicos (Verde), Papel (Laranja), Plástico e Metais (Amarelo), Não Recicláveis (Roxo) e Papel Higiênico - destino compostagem (Branco)

Todos os resíduos de Piracanga são tratados com responsabilidade dando a eles o potencial de transformação que aquelas matérias tem. (Convite a reflexão: Já parou para pensar que lixo não existe?!)

Resíduos secos são separados e analisados para re-uso. Exemplos:

  • Garrafas PET são enchidas com plásticos até enrijecerem e transformarem em tijolo.

  • O papel é picado e reciclado


Centro de Compostagem

Resíduos orgânicos são compostados e se transformam em matéria orgânica que será usada na permacultura e agrofloresta.

Pelas técnicas utilizadas, compostagens orgânicas são segregadas entre os restos de alimentos e fezes. Desta forma, podem dar melhor eficiência ao processo e melhor destinação.


Banheiros Secos instalados em Piracanga

A compostagem das fezes, utilizada exclusivamente nas agroflorestas, tem no banheiro seco um aliado para dar eficiência ao processo, que de quebra ainda é eficiente para o tratamento das águas. Em Piracanga conheci 5 modelos diferentes de banheiros secos ou semi-secos, além do tradicional com água. Este banheiro tradicional, por sinal, está presente em muitas casas da Ecovila e das habitações para hóspedes do Centro Inkiri.

Instruções de uso para os marinheiros de primeira viagem como nós

Além disso, a dieta vegetariana / vegana torna este processo ainda mais fácil, sem a decomposição da carne. Ainda não consegui eliminar a carne da minha dieta, mas cada vez que penso sobre isso parecer fazer sentido que o futuro caminhe nesta direção.


A The Economist fez uma matéria e um vídeo sobre o tema, que traduz bem alguns destes argumentos.


E sim, ainda existem aqueles resíduos que não temos capacidade instalada para transformá-lo e são destinados a um lixão – relativamente poucos, mas existem. No entanto, o que é interessante é que esta destinação atualmente segue normalmente em uma rotina mensal junto com alguma carga de passageiros ou outra motivação de transporte. Essa carga compartilhada, sinaliza o zero consumo de combustível motivado pelo lixo, que permite sob esse critério afirmar que Piracanga é Lixo Zero.


(Se ficou curioso sobre o tema, segue mais uma dica de tema para leitura “5Rs do lixo” )


- Tratamento da Água

A água potável em Piracanga existe em abundância, mas ao mesmo tempo em vulnerabilidade porque o lençol freático está a poucos metros do solo – em alguns locais a menos de 2m – ou seja, o que vai para o solo, pode chegar rapidamente a água que bebemos. Além disso, também corre risco de salinizar caso a erosão provocada pelo mar atinja esses reservatórios, o que traz o tema do reflorestamento e recuperação do solo importantes também por este aspecto.




Templo das Aguas - O teto é um sistema de filtragem de 7 níveis que devolve ao solo a água utilizada no laboratório tratada. Tem também o maior volume de sapos por m2 de Piracanga.

Por esse volume abundante e delicado, a água ganhou em Piracanga no “Templo das Águas”, um espaço próprio de estudos, laboratório e produção de produtos biodegradáveis para uso por lá.


É muito interessante e um valioso aprendizado conviver com esses cientistas, acadêmicos ou empíricos, que tem se dedicado à proteção deste nosso recurso.


Esquema de filtragem da água apresentado em seminários

É de lá que construíram alguns diferentes sistemas de tratamento e filtragem das águas de “esgoto” (ou melhor caracterizando aguas cinzas – xixi, pias e ralos - e aguas escuras – fezes) totalmente naturais (principalmente a base das folhas e raízes de bananeira) que tem tido seu espaço reconhecido em eventos científicos.


Complementarmente ainda estão iniciando os testes de produção de biogás, com biodigestores conectados a esses sistemas e aos de compostagem.








- Bioconstrução e energia


Dentro do mesmo conceito, Piracanga ainda vem desenvolvimento as pessoas para novos métodos de construção, utilizando materiais e técnicas que reduzam o impacto humano sobre a natureza. Exemplo os tijolos produzidos de resíduos, além de outras técnicas, como o adobe e demais. Há cerca de 4 anos que as primeiras casas vem sendo construídas pelos próprios membros da comunidade. Anterior a isso, vinham de empreiteiras ou construtoras contratadas para este fim.


Casa Shambala - Onde ficamos hospedados durante este mês

Além disso, uma regra já mais antiga, definiu na região que as casas não devem ter mais que uma determinada altura (2 andares e um pouco) e que os tetos sejam de piaçava. Essa definição trouxe uma integração das casas a paisagem, que ficam sempre mais baixas que as grandes bananeiras e visualmente harmoniosas ao ambiente.

As casas em geral contam também com aquecimento de água, com sistemas de boilers e aquecedores solares, e sistemas de energia solar – placas, baterias e inversores - para geração de eletricidade.


Para prover a energia elétrica ao centro holístico, casas de hóspedes e sistemas de comunicação, Piracanga dispõe de uma usina solar, com sistemas de baterias redundantes e grupo motor gerador, movido a diesel para evitar black-outs. Notei no entanto que o sistema ainda estava sendo acionado com uma regularidade semanal para recarregar as baterias, que me faz pensar que ainda temos desafios para manter o conforto e disponibilidade mínima daquilo que nos acostumamos atualmente.




Acompanhar in loco todo este trabalho, conviver com pessoas com tanta informação e experiência, foi sem dúvida uma honra e um prazer. Pensar no futuro nos faz remeter às experiências realizadas nesta comunidade.

107 visualizações

@ 2018-2019 Mochilão com Mochilinhas

  • b-facebook
  • Instagram Black Round
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now